Não gostou do menu no Ubuntu 12.04?

Olá amigos!

 

Para o primeiro post de 2013 vou mostrar como podemos instalar um programa no Ubuntu 12.04 que fará com que você não precise utilizar o menu padrão do Unity – a interface gráfica do ubuntu 12.04.

 

Não gostei muito daquele botãozinho com todos os programas sendo exibidos juntos, sem organização.

 

Se você é como eu, pode escolher utilizar o Classic Menu Indicator.

 

Ao ser instalado, ele irá criar um ícone na barra superior com um símbolo do Ubuntu. Ao clicar nele, você verá um menu como os que encontrávamos nas versões anteriores e em outras interfaces gráficas. Neste menu, os programas são organizados por categoria, facilitando encontrar o que se está procurando.

 

Antes de mais nada, temos que abrir um terminal.

 

O que pode ser feito clicando no primeiro botão na barra da esquerda (Painel Inicial) e digitando terminal na caixa de busca. Ou apertando três teclas juntas: CTRLALTT.

 

No terminal, primeiramente você precisará adicionar o repositório – local na internet de onde os arquivos serão baixados para a instalação do programa – com o comando:

 

sudo apt-add-repository ppa:diesch/testing

 

Feito isto, será preciso atualizar a lista de repositórios ativos no sistema, para isso, digite o comando:

 

sudo apt-get update

 

O terminal apresentará várias linhas e então voltará ao estado normal: Nome do usuário@Nome do computador:~$ Barra vertical piscando (cursor).

 

E, finalmente, podemos instalar o programa:

 

sudo apt-get install classicmenu-indicator

 

Bom, neste passo você pode sair da sessão e logar novamente no Ubuntu. Assim, o atalho já aparecerá na barra superior definitivamente.

 

Mas, caso não queira finalizar a sessão no momento, pode digitar no terminal o comando para abrir o programa e ver como ele funciona.

 

classicmenu-indicator&

 

Após estes procedimentos, você poderá visualizar a barra superior assim:

 

Menu superior

Barra de menu

 

* O & no final do comando serve para que o programa rode e não prenda o terminal, assim você poderá continuar utilizando o terminal para outras coisas.

 

** Outra informação importante é que foram necessários todos estes passos pois o programa não é da empresa mantenedor do Ubuntu. Caso contrário, seria apenas utilizar nosso amigo de todas as horas “sudo apt-get install…”.

 

Vida longa e próspera!

Publicado em Software Livre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*